18 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
25/04/24 às 17h27 - Atualizado em 25/04/24 às 18h09

Decreto institucionaliza centro de referência em síndrome de Down no DF

COMPARTILHAR

O Decreto de instituição do Centro de Referência Interdisciplinar em Síndrome de Down (CrisDown) foi assinado pelo governador Ibaneis Rocha em cerimônia no Palácio do Buriti, nesta quinta-feira (25). Isso significa que o CrisDown passa a ter equipe garantida e acesso pela população mesmo com trocas na gestão do governo local. Atualmente, o serviço atende 2,3 mil famílias e funciona no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), mas vai ganhar uma nova sede na 612 Sul em projeto em fase de elaboração.

Durante a cerimônia de inauguração, o deputado distrital Eduardo Pedrosa (União Brasil) responsável pela institucionalização do CrisDow, destacou que o centro é referência nacional no atendimento de pessoas com Síndrome de Down e, desde 2013, o trabalho é feito com excelência “por toda a equipe, que se dedica e trabalha com amor. “O local será a unidade de saúde de referência no DF. Hoje cerca  2,3 mil famílias são atendidas pelo serviço, em todos os ciclos de vida, desde antes do nascimento até o idoso com Síndrome de Down”, parabenizou o deputado.

O novo administrador do Plano Piloto, Bruno Olímpio, ressaltou que a assinatura do novo Decreto e a conquista do novo espaço foi um trabalho de várias mãos e que só foi possível graças ao apoio do parlamentar Eduardo Pedrosa, que fez questão de abraçar a causa. “Essa é uma pauta importante para a população de todo o DF. Este público precisa de estimulação precoce, acompanhamento individual e atividades em grupos. E o novo local fará muita diferença para nossa cidade”, explicou Bruno Olímpio.

Assistência – O CrisDown começou suas atividades em 2013, e presta atendimento interdisciplinar a pessoas de todo o Distrito Federal que possuem a síndrome. Antes da pandemia, o serviço era ofertado em um espaço próximo ao Pronto-Socorro do Hran.

No CrisDown, os pacientes são acompanhados por especialistas de pediatria, hebiatria (especialista em adolescentes), cardiopediatria, neuropediatria, clínica médica, nutrição, psicologia, assistência social, fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional e geriatria. O acolhimento realizado pela equipe multidisciplinar representa um momento de escuta qualificada e de avaliação das necessidades, de acordo com o perfil social e de saúde.

Texto: Kleyton Jacob

Fotos: Matheus Ribeiro

Mapa do site Dúvidas frequentes