22 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
13/03/23 às 16h44 - Atualizado em 13/03/23 às 16h45

Sete novos drones vão apoiar ações da Polícia Militar do Distrito Federal

COMPARTILHAR

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) investiu R$ 544.646,50 na aquisição de sete novos drones. Os equipamentos serão distribuídos entre cinco batalhões da corporação e darão apoio às equipes policiais que estiverem em solo com imagens áreas em alta resolução. Dezesseis policiais militares passaram por uma capacitação para operar os drones, por meio do Batalhão de Aviação Operacional (BAvOp).

“Com esta tecnologia, os batalhões terão maior capacidade de gerenciamento de operações, com uma visão do alto, em tempo real, para auxiliar que a tropa trabalhe de forma efetiva”, explica o major Fernando Ramos, subcomandante do BAvOp. “Estes são os primeiros drones comprados pela PMDF e servirão para captar imagens e gravar vídeos durante o monitoramento de reservas ambientais, manifestações, rebeliões em unidades carcerárias, atividades diárias de tráfico de drogas e trânsito.”

Para que o drone suba aos céus, é necessário a elaboração de um plano de voo contendo a rota prevista, a altitude a que o aparelho voará e o motivo da ação, além de solicitação à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) de permissão para operar o aparelho. O drone também deve ser operado por dois policiais, não sendo permitido sobrevoar pessoas, e o aparelho só pode chegar até 120 metros de altitude, para não atrapalhar o trajeto de outras aeronaves.

 

 

“Existe todo um preparo para que o uso do drone não interfira no curso de outras aeronaves que estejam voando em Brasília”, elucida o subcomandante. “Somos muito criteriosos com o regulamento, normas, treinamentos, e a formação também foi bastante rigorosa para garantir o bom uso do equipamento e prevenir acidentes.”

Tecnologia

Entre os exemplares adquiridos, dois são do modelo Matrice v210 e cinco da linha Mavic 2 Enterprise 1, ambos da empresa de tecnologia DJI. Conforme explica um dos responsáveis pela operação dos aparelhos na PMDF, o sargento Ricardo Pereira, são modelos de drone indicados para a segurança pública.

“O Matrice v210 é o mais tecnológico, com três câmeras, sendo uma fotográfica e uma termal, farol de busca, sensores que evitam colisões com obstáculos e dispositivo que envia informações sobre naves tripuladas nas proximidades. O Mavic 2 Enterprise 1 tem todas essas ferramentas de proteção, mas uma só câmera, que também é muito útil na segurança pública”, enumera Pereira.

O BAvOp ficou com um exemplar de cada modelo e conta também como uma van, munida com fontes de energia para o aparelho e tela para transmissão das imagens em tempo real. “Os drones do batalhão são usados em grandes operações, grandes eventos, enquanto aqueles distribuídos entre os outros batalhões serão utilizados nas demandas de policiamento das respectivas áreas de atuação”, indica Ramos.

Os equipamentos já foram utilizados na posse do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, bem como em operações posteriores aos ataques antidemocráticos às sedes dos três Poderes e em jogos de futebol realizados na Arena BRB Mané Garrincha.

O subcomandante acrescenta ainda que o uso dos drones é complementar ao do helicóptero. “No helicóptero, temos a atuação de policiais com emprego imediato no atendimento à ocorrência. Já com o drone, o apoio ocorre em operação programada, em que o drone vai assessorar o policiamento com imagens aéreas”, finaliza Ramos.

Mapa do site Dúvidas frequentes