13 de junho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
4/03/23 às 14h41 - Atualizado em 4/03/23 às 14h44

Procuram-se doadores de sangue e talvez uma das pessoas possa ser você!

COMPARTILHAR

Sinal de alerta ligado na Fundação Hemocentro de Brasília (FHB). O estoque dos grupos sanguíneos de RH negativo (O, A , B, e AB) e de O positivo está abaixo do ideal. A média de 168 doações por dia, registrada entre 1º de janeiro e 28 de fevereiro, tem sido insuficiente para alcançar os níveis de segurança. Com isso, o fornecimento de hemocomponentes para procedimentos de rotina pode ser restringido para priorizar atendimentos de urgência.

Chefe da Gerência de Captação, Registro e Orientação de Doadores (GCRO) do Hemocentro, Kelly Barbi ressalta que manter o estoque de sangue em níveis confortáveis depende de, pelo menos, 180 doações diárias. “Tivemos um Carnaval bastante proveitoso, mas agora, que todos voltaram à rotina, sentimos uma baixa significativa dessas tipagens mais raras”, comenta. “A sociedade precisa incluir a doação de sangue na agenda”.

O Hemocentro de Brasília é o único banco de sangue público do Distrito Federal. Uma reserva de sangue considerada ideal pode abastecer toda a rede de saúde ligada ao governo, bem como os hospitais conveniados, pelo período de dois a sete dias, a depender do hemocomponente (hemácia, plasma ou plaqueta) usado.

“Doar sangue é um ato de solidariedade, de responsabilidade social. Hoje, você ajuda a salvar uma vida, mas, amanhã, pode ser a sua vida em risco”, observa Kelly. “O sangue é insubstituível, algo que não pode ser produzido em laboratório. É preciso ter em mente que uma única doação pode salvar até quatro vidas, porque os componentes são fracionados.”

 

 

Doe sangue

Para ser um doador, é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 51 kg e estar saudável.

Quem passou por cirurgia, fez exame endoscópico ou adoeceu recentemente deve consultar o site do Hemocentro para saber se está apto a doar sangue. O processo todo, contado a partir do cadastro até o lanche pós-coleta, leva até 90 minutos para ser concluído.

O atendimento individual de voluntários deve ser previamente marcado pelo site Agenda DF ou pelo telefone 160 (opção 2). Para doação em grupo, é preciso agendar pelo telefone (3327-4413) ou via WhatsApp (99136-2495). O agendamento reduz o tempo de espera, organizando as doações de acordo com a capacidade de atendimento. Ainda assim, quando há vagas disponíveis, voluntários que não realizaram a marcação poderão ser atendidos.

Unidade móvel

Instituições públicas ou privadas do Distrito Federal podem solicitar uma visita da unidade móvel de coleta de sangue da FHB. Basta entrar em contato com a GCRO do Hemocentro pelo WhatsApp (99136-2495), por telefone (3327-4413 ou 3327-4447) ou por e-mail (hemocentro@fhb.df.gov.br). O contato deverá ser feito com a antecedência de pelo menos 30 dias da data desejada.

Para receber a unidade móvel, é preciso oferecer infraestrutura que atenda a diversos requisitos para coleta externa, como estacionamento para ônibus, banheiros próximos ao local de coleta, local com sombra e duas tendas antichamas de, no mínimo, 4 m x 4 m. Além disso, é preciso disponibilizar mesas e cadeiras para espera dos candidatos, água potável e ponto de instalação de energia.

Hemocentro de Brasília
– Endereço: Setor Médico Hospitalar Norte (início da W3 Norte), próximo ao Hran
– Funcionamento: segunda a sábado, das 7h15 às 18h
– Agendamento: marcações individuais devem ser feitas pelo site ou pelo telefone 160 (opção 2). Doações em grupos podem ser agendadas pelo telefone (3327-4413) ou via WhatsApp (99136-2495)
– Facilidades: o Hemocentro disponibiliza transporte gratuito para fazer o trajeto de ida e volta entre a fundação e qualquer ponto do Distrito Federal.

Mapa do site Dúvidas frequentes