12 de junho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
2/03/23 às 15h25 - Atualizado em 2/03/23 às 22h10

Obras do Drenar DF deixam a comunidade da Asa Norte animada

COMPARTILHAR

Uma espera de mais de 20 anos coloca o Drenar DF no foco de quem frequenta o início da Asa Norte, seja para morar ou para trabalhar. A comunidade local enxerga na construção da nova rede de drenagem o fim dos transtornos provocados por alagamentos e enchentes. Com investimento de R$ 174 milhões, as obras do projeto já começaram na área mais problemática do bairro, as quadras 401/402 e 201/202.

Era o dia 13 de dezembro de 2014. O aposentado Carlos Eduardo Palma, hoje com 67 anos, tinha saído para se exercitar. Correu do apartamento onde mora na 402 Norte até o Iate Clube de Brasília. Na volta, debaixo de chuva forte, a triste surpresa: encontrou o próprio carro quase boiando no estacionamento externo da quadra residencial. Mais adiante, sua esposa gritava ao ver que o segundo veículo da família tinha água entrando pelas portas.

 

 

“Quem mora no início da Asa Norte já passou muito sufoco por conta dos alagamentos… Eu cheguei a salvar uma mulher que estava dentro de um carro boiando, quase caindo pela lateral da entrada da garagem”, relembra Carlos Eduardo. “Não é à toa que estamos todos animados com o Drenar DF. Contamos com o projeto para deixar no passado essas tristes histórias de enchente”.

Vizinho do prédio de Carlos Eduardo, o também aposentado César Maia, 70 anos, guarda com desgosto na memória o dia em que perdeu sua caminhonete para a chuva. Ele estava fora de casa quando a tempestade começou. No momento em que chegou ao bloco G da 402 Norte, já era tarde demais. “Meu carro boiava como um barquinho, foi perda total”, conta. “Perdi também dois aparelhos de ar-condicionado que ainda estavam no veículo”.

 

 

Diante do início das obras do Drenar DF, César garante que sua felicidade é dupla. Ele está aliviado porque nunca mais verá a garagem do prédio onde mora debaixo d’água. E empolgado com os poucos transtornos gerados pela construção do novo sistema de drenagem. “A gente não vê interferência dos trabalhos na nossa rotina, não temos nenhuma via bloqueada por enquanto, um conforto grande para os moradores”, comemora.

Bom negócio para o comércio

A alegria dos moradores diante do novo sistema de escoamento que atenderá o início da Asa Norte é compartilhada pelos comerciantes que atuam na região. Trabalhadores que, ao longo dos anos, precisaram lidar com transtornos e prejuízos causados pela força das águas pluviais.

 

 

Dona de um salão de beleza na 402 Norte, Bruna Caroni cansou de ver sua agenda de marcações esvaziar em dia de chuva. “Os clientes conhecem a fama da quadra e preferem não se arriscar por aqui quando o tempo está feio”, lamenta. “Quem trabalha na quadra anseia por essa obra há muitos anos. O Drenar DF vai nos ajudar muito, tenho certeza”.

A barista Keythe Camila dos Santos também está empolgada com o início da construção da rede de escoamento. Gerente de um café na 102 Norte, ela já ficou ilhada no local de trabalho junto com colegas e clientes. “Passa uma verdadeira cachoeira pelas ruas. Teve uma vez que um rapaz de bicicleta foi arrastado pelas águas”, afirma. “A gente fica muito mais tranquilo sabendo que as obras do projeto já estão em execução”.

 

Carolina Caraballo, da Agência Brasília

Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes