01 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
14/02/22 às 17h37 - Atualizado em 14/02/22 às 17h34

Nova sinalização para o Parque Ecológico da Asa Sul

COMPARTILHAR

Os pedestres e ciclistas que circulam pelo Parque Ecológico da Asa Sul já observam a nova sinalização implantada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER). O parque fica entre as vias L4 e L2, na área que abrange as quadras 613 e 614 Sul, no Plano Piloto.

A benfeitoria, inédita na pista construída em 2011, atendeu a uma demanda antiga dos frequentadores do local e foi executada ao longo dos 2,4 mil metros do trecho. O investimento para a melhoria da sinalização foi de aproximadamente R$ 30 mil.

O serviço passou pelas etapas de pintura de eixo e bordos da pista e implantação de setas indicativas de fluxo que separam os espaços destinados aos pedestres e  ciclistas. Cinco trabalhadores da autarquia participaram da ação, concluída na última semana.

Orientação e segurança

O parque, além da área destinada à conservação do meio ambiente, possui quadras poliesportivas e vários outros equipamentos que têm como foco a saúde e o lazer

“Foi um trabalho maravilhoso, pois trouxe maior orientação para pedestres e ciclistas, proporcionando maior segurança para todos”, disse agente do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) Bruno Rabelo. O superintendente de Operações do Brasília Ambiental, Murilo de Melo Santos, destacou: “Proporcionar segurança para os usuários, ciclistas e pedestres, é o maior orgulho de nossa equipe, formada por profissionais qualificados e comprometidos com o serviço público”.

O Parque Ecológico da Asa Sul foi criado em 10 de setembro de 2003. A unidade de conservação ambiental é conhecida como berço das capivaras. Além da área destinada à conservação do meio ambiente, o espaço possui quadras poliesportivas, aparelhos de ginástica, parquinho, ponto de encontro comunitário (PEC), pergolados e pista de caminhada, entre outros atrativos.

*Com informações do DER

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

Mapa do site Dúvidas frequentes