06 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
27/12/21 às 14h59 - Atualizado em 3/01/22 às 14h58

Em três anos, 340 mil bocas de lobo limpas

COMPARTILHAR

É um trabalho diário de prevenção e manutenção que traz benefícios para a população de todo o DF no dia a dia. Um deles, de extrema relevância, é o de evitar transtornos no período da chuva. Corriqueiro, a limpeza e desobstrução de bocas de lobos não é apenas necessária, mas essencial. Desde 2019, mais de 340 mil dessas estruturas passaram por algum serviço de manutenção. Além disso, outros 6,7 mil bueiros foram reformados.

Os trabalhos de limpeza e manutenção de bocas de lobos são realizados tanto por equipes de Divisão de Manutenção de Águas Pluviais da própria Novacap, quanto por empresas terceirizadas, que também ficam encarregadas pela execução de redes e ramais de águas pluviais e recuperação do pavimento asfáltico, quando necessário. De acordo com a companhia, uma média de 4 mil pedidos pelo serviço são feitos via ouvidoria anualmente, o que representa uma média de mais de 330 pedidos por mês vindos de vários cantos do DF.

Em 2021, a Novacap já investiu mais de R$ 11,2 milhões para atender essa demanda. O balanço de ações da companhia em 2021 também é expressivo: até o momento, mais de 58 mil bocas de lobo receberam algum tipo de serviço de limpeza.

Dessas estruturas, foram recolhidas aproximadamente 1,1 mil toneladas de lixo e materiais orgânicos, ou 275 vezes o peso do elefante Chocolate, que mora no Zoológico de Brasília.

Estima-se que a rede de águas pluviais do DF possua cerca de 3 mil quilômetros de extensão lineares, ou duas vezes e meia a distância entre Brasília e Rio de Janeiro, que é de 1.179 quilômetros.

“A manutenção nas redes de drenagem garante segurança para a população”, destaca o presidente da Novacap, Fernando Leite.

“Esse acúmulo gera alagamentos e outros danos. A Novacap está presente, diariamente, cuidando da limpeza, desobstrução e reposição das tampas de bocas de lobo que são furtadas”, observa o gestor.

Participação da sociedade

Morador do Plano Piloto, o fotógrafo Luís Miller, 34, nunca tinha visto de perto os trabalhos de desobstrução de um bueiro. Achou as manobras de prevenção realizadas pela Novacap oportunas. “É um tipo de serviço que a gente vê acontecendo depois que o estrago é feito, quando entope tudo e trazendo aborrecimento e transtornos”, comenta. “Nem sabia que tinha uma equipe só para cuidar desse tipo de ação preventiva antes de começar as chuvas, bem legal, na verdade, de vital necessidade”, elogia.

Gerente de um posto de gasolina, Daniel Soares, 34, foi conferir de perto o trabalho de desobstrução de uma boca de lobo situada ao lado do seu estabelecimento. “Quando chove, a água transborda pelas calhas, vaza por dentro do forro do telhado e volta pra dentro do posto”, conta.

Ele está otimista quanto ao impacto que o trabalho de limpeza da entrada da galeria de águas pluviais vai gerar. “No nosso atendimento, vai melhorar 100%. Não tinha nem como o cliente abrir o vidro pra realizar o pagamento, ficava impossível de trabalhar”, relata.

Drenagem

O esforço contínuo na limpeza das bocas de lobo e bueiros, por vezes, não é suficiente para sanar completamente o problema dos alagamentos no DF. “É uma conjunção de fatores. A rede de drenagem de Brasília é antiga e, somado a isso, a cidade cresceu e impermeabilizou, e hoje em dia o sistema está aquém, não suporta a quantidade de água que é captada”, esclarece o chefe da Divisão de Manutenção da Novacap, Lânio Trida Sene.

No entanto, sem o trabalho preventivo e emergencial de limpeza, as consequências seriam ainda mais graves. “Mesmo o sistema limpo, ele só suporta as chuvas até uma determinada intensidade x. Se houver uma precipitação que faz chegar 2x, demora mais para escoar, mas escoa. Sem o trabalho preventivo, os alagamentos seriam ainda maiores e a drenagem seria muito mais lenta”, finaliza.

Reconhecimento

A administradora do Plano Piloto, Ilka Teodoro também reconhece a importância do trabalho realizado pela Novacap na manutenção das bocas de lobo e chama atenção para a participação da comunidade em prol do bem-estar de todos. “A população também pode ajudar fazendo o descarte de resíduos no lugar correto que são as lixeiras”, convoca.

“É um trabalho periódico de limpeza realizado pelo GDF que contribui para que as águas de chuva sigam seu curso natural nas galerias, evitando enchentes e alagamentos”, salienta.

Para o administrador de Ceilândia, delegado Fernando Fernandes, o envolvimento da sociedade para manter a cidade limpa e evitar contratempos urbanos, é fundamental.

“A colaboração da população no sentido de evitar jogar resíduos nas vias e bocas de lobos, é de grande valia. Diariamente, retiramos muitos lixos domésticos e entulhos de dentro dos bueiros, encontramos de tudo”, lamenta. “O lixo pode ser colocado em sacola para ser recolhido e o entulho nas áreas destinadas na cidade para essa demanda”, ensina.

Fonte: Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes