06 de agosto

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
28/07/20 às 18h54 - Atualizado em 4/08/20 às 9h32

Administração apoia projeto de Startup que instala composteiras em condomínios

Você sabe o que é compostagem? Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) “a compostagem é uma tecnologia que busca aumentar a eficiência dos processos de reciclagem de resíduos orgânicos, de modo que possam ser reaproveitados na agricultura com segurança”.

Sabendo disso, a arquiteta e urbanista Ana Arsky, da Startup 4 Hábitos para Mudar o Mundo, que trabalha com os temas de recuperação ambiental e mudanças climáticas, viu que os condomínios são grandes geradores de lixo e criou um projeto Condomínio Sem Lixo. O objetivo é ensinar os moradores como separar corretamente os seus resíduos e reaproveitá-los da melhor forma possível. De acordo com Ana, os resíduos orgânicos são amontoados em um um recipiente de madeira, desenhado por ela, ao ar livre. “Os restos de comida são misturados com matéria orgânica seca – restos de folhas e poda de árvores. Quando começa a ficar pretinho, é que está ficando pronto”, conta.

O processo de compostagem orgânica acontece de forma natural e demora cerca de 20 dias para terminar. Após esse processo as composteras podem ser usadas para criação de hortas.

Max Rezende Braga, advogado e morador da 211 Sul, encontrou a Ana em uma feira de síndicos e gostou da ideia de implantar as composteiras em frente ao prédio. “É uma proposta renovadora poder utilizar os recursos que a gente tem para o próprio benefício sem jogar fora”, diz.

Veja aqui as fotos das composteiras instaladas na Asa Sul.

A administradora Ilka Teodoro considera a gestão do lixo na cidade como um tema prioritário. “Faço muita questão de estimular essas boas práticas, porque ainda está no inconsciente coletivo da população que a gestão do lixo é somente responsabilidade do governo, mas nossa política de resíduos sólidos diz que não, ela diz que a responsabilidade é de quem produz o lixo, destaca.

Ângela Regina Chaves Café, professora e moradora do Noroeste, acredita que o custo para remover todo lixo gerado é muito alto e a compostagem é uma estratégia inteligente para reutilizar o lixo sem custo nenhum. “Compostar é como fazer mágica. Você transforma o seu resíduo orgânico em um excelente adubo para seu jardim e para sua horta, economiza dinheiro dos cofres públicos e faz um bem enorme para o planeta”, diz.

Texto: Ramíla Moura/ASCOM – Administração Regional do Plano Piloto
Entrevistas: Gabriel Ferraz e Maria Paula de Andrade/ASCOM – Administração Regional do Plano Piloto
Fotos: Emanuelle Sena/ASCOM – Administração Regional do Plano Piloto

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros