20 de fevereiro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
29/01/20 às 14h52 - Atualizado em 29/01/20 às 14h52

Administração faz visitas técnicas em escolas do Plano Piloto

Nessa sexta-feira, 24/1, a administradora do Plano Piloto, Ilka Teodoro fez uma visita técnica no Centro Educacional Gisno, na Asa Norte para levantar as principais demandas da escola.

Foram mapeadas necessidades de capinagem na área do lote, roçagem, troca de vidraças, reformas no piso, que não tem acessibilidade, além de manutenções estruturais em toda área escolar. O professor Álvaro Matos de Souza, Coordenador da Regional de Ensino do Plano Piloto, acompanhou a visita ao lado de Euler Carvalho, supervisor pedagógico e de Celso Soares, amigo da escola.

Ilka solicitou que as demandas sejam protocoladas em separado para facilitar o atendimento dos pedidos por meio de articulação com outros órgãos do GDF.

Outras visitas

Ainda na mesma semana, Marcelo Salles, chefe de gabinete da Administração Regional do Plano Piloto visitou outras duas escolas na Asa Norte.

Na Escola Parque da 210/211 Norte o diretor Augusto Magno Barbosa, apresentou como principal preocupação os problemas das inundações que afetam a entrada da escola e da poeira na estação da seca, que segundo o diretor, podem acarretar problemas de saúde nos alunos. Além disso, Augusto disse que também seria importante implementar placas de sinalização de “entrada” e “saída” no estacionamento, para facilitar a visualização dos motoristas que acessam as imediações para embarque e desembarque. Como última demanda, o diretor pediu ajuda para verificar a possibilidade de elaboração de projeto para criar saídas de emergência na lateral direita do teatro da escola.

Já no Centro de Ensino Fundamental 7, o diretor Júlio Cesar Louredo de Sousa mostrou a necessidade de melhorias na iluminação da escola e da falta de acessibilidade. O piso apresenta desníveis, muitas pedras e buracos no chão de barro. Júlio César contou que solicitou à Novacap a retirada de uma árvore, em situação de risco, identificada como espécie exótica, e que tudo se encaminha para a remoção. O diretor disse que pretende elaborar, em parceria com os prédios do entorno, um circuito ecológico no terreno da escola, por isso pediu roçagem no terreno dos fundos. No fim da visita, Júlio Cesar pediu para Administração verificar a possiblidade de recapeamento asfáltico do estacionamento da escola, que serve aos responsáveis e aos profissionais que lá trabalham.

Texto: Ramíla Moura/ASCOM – Administração Regional do Plano Piloto

Fotos: Ramíla Moura e Marcelo Salles

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros