29 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
24/01/20 às 15h10 - Atualizado em 28/01/20 às 15h22

GDF Presente retira posto incendiado na Asa Norte

| Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

Uma equipe do GDF Presente, em parceria com a Secretaria de Cidades, a Secretaria de Segurança Pública e a Administração Regional do Plano Piloto, realizou na manhã desta sexta-feira (24) a retirada do posto de segurança da quadra 312 Norte. O espaço estava abandonado após um incêndio, em junho de 2019, e era motivo de reclamações recorrentes dos moradores.

O local foi inaugurado em 2008 com o objetivo de trazer mais segurança a região. Mas, de acordo com a Polícia Militar, foi desativado em 2015, pois a corporação entendeu que outras modalidades de policiamento, móveis e com maior área de abrangência, trariam mais resultados e eficácia. Alguns postos considerados essenciais para a estratégia de segurança, porém, continuem abertos.

De acordo com a administradora do Plano Piloto, Ilka Teodoro, os pedidos para a retirada da unidade danificada eram muitos, mas só foi possível atendê-los após a certeza de que a ação não traria prejuízos à investigação sobre o incêndio, que está em curso.

“Desde o incidente a comunidade vinha reivindicando a retirada da estrutura remanescente, que exigia uma operação com participação de diversos órgãos. Agora com a limpeza desse espaço nos estamos articulando junto a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) a colocação de um paisagismo no local”, conta a administradora.

| Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília

Os moradores acompanhavam atentamente o trabalho da equipe. Rosi Ramos, 57 anos, é síndica do bloco A, ela conta que essa era uma necessidade urgente, pois o local era visto como área de abandono.

“As pessoas não vão mais ficar constrangidas em andar por aqui. Aqui virou um deposito, bem na entrada da quadra. Trazia uma imagem muito ruim”, conta

Neilton Domingues de Oliveira, 60 anos, trabalha há 33 anos no ponto de taxi ao lado do local. Ele conta que está satisfeito com a retirada, pois o antigo postinho acabou se tornando um vizinho indesejado.

Há suspeita de incêndio criminoso da estrutura, que ficou totalmente destruída | Foto: CBMDF / Divulgação

“Eu vejo que o posto foi construído de forma bem-intencionada, mas muito mal aproveitado. Isso aqui deixa a cidade feia, com ar de desleixo. Estou muito satisfeito pois não vou ter mais que olhar para esse abandono todos os dias”, conta o motorista.

Por: Daniela Brito da Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros